Unroll.me – Um serviço de utilidade pública.

Aposto que você, assim como eu, recebe dezenas (senão centenas ou milhares) de e-mails inúteis de sites que não tem absolutamente nada a ver com você, não é?

Geralmente alguns sites pedem que você forneça o seu email para que eles disponibilizem algum conteúdo, ou você fez um cadastro em algum site ou loja, ou você se cadastrou em algum site super bacana, mas eles tem uma política que divulgar conteúdos de parceiros que não são totalmente alinhados ao seu perfil 😦 Ou então o seu e-mail pode estar numa lista que é vendida por aí (sim, isso acontece!).

E mesmo que tenha aquele botãozinho no final daquele e-mail chato para sair da lista, às vezes eles pedem algum tipo de senha que a gente não lembra ou não existe tempo para se descadastrar de todos eles! Eu sei, eu te entendo perfeitamente bem!

Cerca de 80% dos e-mails que eu recebo são de propagandas chatas, que não tem nada a ver com as coisas que eu gosto e só lotam a minha caixa de entrada. Recentemente eu descobri uma ferramenta incrível que me livrou desses e-mails chatos com apenas alguns cliques.

Sem mais delongas, apresento um serviço de utilidade pública: o Unroll.me. Você entra com o seu e-mail e ele irá rastrear todas as pessoas que te mandam email e te mostrar uma lista delas. E aí você escolhe quem vai embora e quem fica. O serviço descadastra você dessas listas chatas! é incrível, né?

 


 

Eu voltei, agora pra ficar…

porque aqui, aqui é o meu lugar!

Aposto que você leu cantando, né? Então, gente! Voltei! A vida virou uma pequena correria e eu perdi o acesso ao blog. Sério! Não conseguia recuperar minha senha de jeito nenhum. Eu usava o Google Authenticator pra ter mais segurança e tal, mas aí eu perdi meu celular e não conseguia mais acessar, nem com as senhas “reservas”. Fiquei desesperada! Até pensei em recomeçar, mas ia perder algumas pessoas que já me seguem por aqui. Mas um milagre aconteceu e estou aqui, cheia de coisas novas pra contar!

gifs-momentos-de-felicidade_9

 

A primeira coisa é: estou planejando um intercâmbio para 2015/2016. Sim, eu sei que parece estar bem longe, mas preciso me organizar muito bem ($.$) pra tudo sair nos conformes. Comecei a pesquisar bastante e estou indo em algumas palestras sobre as oportunidades que vários países oferecem e vou ir contando tudo pra vocês.

A segunda coisa é: esta semana está acontecendo a Beauty Fair, uma feira internacional de cosméticos e beleza e EU VOU nos dias 08 e 09! 😀 Desde que eu “conheci” a Camila Coelho e a Juliana Góes eu estou bem ligada ao universo da beleza e quero aprender bastante sobre tudo isso e, claro, vou contar pra vocês também!

A terceira novidade é: estou no twitter! E sem nenhum amigo por lá 😦  me sigam: @aliceaosvinte e vamos ficar mais juntinhos por lá também.

gifs-momentos-de-felicidade_7

 

Um beijo, amigos! ❤ até amanhã!
Obrigada por ainda estarem aqui.

Nômades Digitais – trabalhar, ganhar dinheiro e ter uma vida fantástica ao mesmo tempo!

Vocês conhecem o Hypeness? O maior site do país com foco em inovação e criatividade. Todos os dias eles recheiam o site com inúmeras histórias de superação, novidades, tecnologias e outras histórias incríveis!

Há alguns dias eles lançaram um novo projeto, chamado Nômades Digitais, que questiona o estilo de vida “tradicional” que nos é praticamente imposto e nos mostra possibilidades de  trabalhar, ganhar dinheiro e ter uma vida fantástica ao mesmo tempo!

No site tem o Manifesto dos Nômades Digitais e é um texto incrível! Por muito tempo eu me senti nas mesmas situações descritas e a minha vida não fazia mais sentido algum. Sabemos que é muito difícil mudar, mas o primeiro passo é saber que você precisa fazer alguma coisa para mudar isso!

Vale a pena ler o manifesto e navegar pelo site todo e conhecer mais sobre esse estilo de vida. Mas aqui vai algumas partes do texto:

A maioria delas escolheu uma carreira somente pensando no que achava que daria dinheiro, ou no que os pais queriam, ou  simplesmente porque não tinham mais ideia do que fazer. No começo, podia parecer que iria dar certo (…)  é bem difícil passar a se sentir feliz em uma carreira ao longo dos anos, se você a escolheu somente por causa do dinheiro ou para agradar alguém. Você pode enganar a todos, menos a você mesmo.

O resultado é uma vida com poucas realizações verdadeiras e significativas. Daquelas que fazem o coração vibrar. Que dão palpitações. Que te fazem ser grato diariamente. E viver uma vida sem essas sensações frequentes é um baita desperdício. Não faz sentido dedicar uma vida inteira à uma carreira, para depois esperar para ser feliz no final. A felicidade não é um destino, é uma trajetória.

 Eles estudaram, tiveram que se encaixar uma carreira pré-determinada, trabalharam longas horas cercados pelas paredes de algum escritório qualquer, aguardaram ansiosamente para viver nos intervalos do trabalho, como nos fins de semana, no final do dia, nas férias e ficaram depressivos ao fim delas, até que se perguntaram: o que eu estou fazendo com a minha vida? Se você está fazendo algo esperando ansiosamente pela hora do término, esse é o maior sinal de que essa função não te traz felicidade.

Acredito que sentimentos como esse são muito mais comuns do que imaginamos. Eu conheço algumas pessoas que não estão satisfeitas com a vida que levam – seja no trabalho, nos estudos, em relacionamentos – mas não fazem nada para mudar. Talvez porque já se acostumaram com a situação ou porque é fácil estar na zona de conforto. Mas o fato é que, mais cedo ou mais tarde, essa situação ficará insustentável. E, talvez, o melhor seja mudar antes disso, para evitar possíveis dores e sofrimentos, ainda mais quando envolve outras pessoas. Além disso, quanto mais a gente adia, mais difícil será para tomar um atitude.

 “Felicidade e tristeza não são opostos, são como amor e ódio. Você pode amar alguém que você odeia. Nós vemos muito isso nas em algumas relações entre mãe e filho e marido e mulher. Por isso, o contrário do amor é na verdade a indiferença. Como o contrário de felicidade é tédio. É o tédio de uma rotina que não satisfaz mais que apaga a nossa chama interna. É o tédio de um trabalho que não faz mais sentido para você, que o impede de ser feliz. É o tédio de uma relação que não acrescenta nada de novo nas duas pessoas, que faz com que aquele casal que era tão feliz no início esteja mais para bons amigos que dormem juntos.  Caminhamos na inércia da vida, atrás de uma felicidade que nunca chegará se não quebrarmos a rotina. A pergunta que temos que fazer não é “O que quero?” ou “Quais são os meus objetivos?” mas sim – “O que me estimula?”

Timothy Ferriss

Aos Vinte no Facebook.

alice aos vinte - fb

Agora o Blog tem uma página no Facebook! No dia que eu coloquei o blog no ar, eu já  fiquei pensando se era bom eu criar uma fã-page também, mas depois achei que não ia dar conta de cuidar dos dois. E também eu quero que seja uma página ativa e não só pra eu ficar replicando os links do blog lá.

E com esses dois meses de blog eu percebi que eu tenho um monte de coisa legal pra mostrar/falar e que às vezes são muito rápidas pra fazer um post aqui e o ideal mesmo seria uma chamada no Facebook, bem dinâmico e por isso eu decidi criar a fã-page agora.

Você pode curtir aqui e interagir também com o conteúdo que eu vou postar lá. E, claro, sempre que tiver coisas novas aqui no blog, vou deixar por lá também pra ficar sempre atualizado.

Agora podemos nos ver aqui ou lá no Facebook!
Obrigada, gente! Até mais ❤

Novo Visual do Blog!

Finalmente eu mudei o visual do blog! Estava trabalhando nisso desde o primeiro dia de vida do blog, mas minha ansiedade por começar não me deixou preparar tudo, então eu dei uma improvisada no cabeçalho e no background, mas agora está do jeitinho que estava na minha cabeça antes de tudo começar.

Acho que agora está bem mais a minha cara! E o cabeçalho do blog resume tudo o que eu penso pra ele: falar sobre tudo um pouco! Música, livros, fotografia, coisas que eu gosto e faço. Ainda estou in love com tudo. E vocês, o que acharam?

cropped-cabec3a7alho-aos-vinte.jpg

Obrigada! ❤